Qual a importância da vitamina C para o nosso organismo?


Sempre se acreditou, pelos médicos e nutricionistas, que a quantidade recomendada de vitamina C para o organismo seria em torno de 75 a 90 mg da vitamina por dia. Mas novas pesquisas apontam que a quantidade ideal para ser consumida é muito maior:200 mg.


O homem é incapaz de sintetizar o ácido ascórbico e necessita da vitamina C na dieta para prevenção do escorbuto e para o bom funcionamento de muitos órgãos e processos de nosso corpo. Os sintomas da deficiência são afrouxamento dos dentes, sangramento da gengiva, anemia, deficiência na cicatrização de feridas, entre outros.


FONTES DE VITAMINA C


O leite materno contém 30-55 mg de ácido ascórbico por litro, dependendo da ingestão mãe. Consequentemente, o lactente que consome 8 50 ml de leite materno irá receber cerca de 35 mg de ácido ascórbico.


Os alimentos mais ricos em vitamina C são frutas e vegetais frescos. A vitamina C é encontrada nas seguintes fontes: acerola, kiwi, brócolis, papaia, melão, uva, espinafre, manga, batata, tomate, couve-flor, repolho, morango, abacaxi, melancia, banana, maçã, pera e entre outras.


A vitamina C também está disponível no mercado farmacêutico em comprimido convencional, efervescente, mastigável, de liberação prolongada, pastilha, pó, granulado, cápsula, gotas e ampolas, tanto isoladamente como em polivitamínicos e minerais. Apesar dos produtos serem encontrados como venda livre, podem causar reações adversas e interações medicamentosas. Portanto, o uso deve ser com critério e sob avaliação médica.


NECESSIDADES DIÁRIAS


Os adultos sadios perdem 3-4% de sua reserva no organismo diariamente. Para manter um estoque de 1500 mg de ácido ascórbico ou mais em um adulto sadio, seria necessário uma ingestão diária de 60 mg/dia. Esta dose diária ainda é revisada em muitos artigos científicos até hoje.


FUNÇÕES DA VITAMINA C


A vitamina C estimula as defesas do organismo em períodos de maior incidência de infecções e preenchem as necessidades que ocorrem em estados normais, como gravidez, amamentação, atividades esportivas, trabalho intenso e nos estados patológicos como doenças infecciosas e estados febris.


A quantidade de vitamina C necessária para ter todos esses benefícios é facilmente atingida ao se alimentar bem, ingerindo hortaliças e frutas. Já que o organismo tem um limite de absorção do nutriente. Daí a explicação porque não adianta exagerar na dose e tomar de uma só vez suplementos que contêm 1 ou 2 gramas de vitamina C.


Porém, há situações em que, junto com uma alimentação rica em hortaliças, a suplementação é indicada, como no caso de atletas, praticantes de atividades físicas intensas, doentes crônicos, pessoas que têm gripes e resfriados recorrentes ou para aqueles que fumam, bebem demais, se alimentam mal ou vivem em locais muito poluídos.




Posts Recentes